quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Deixa estar


Não dá pra entender.
Novos ares trazem uma despreocupação com algo tão marcante assim, do nada.
Vai entender.
Todo aquele peso, a culpa (tudo bem que tudo isso não é desculpa), algo que parecia estar envolvido por uma redoma de diamantes, se quebrou como porcelana.
Talvez, talvez não, realmente ficamos tão cegos com algo que visto de outro ângulo nem é tão impressionante assim.
E essa película que nos tampa a visão, é como uma pena esperando um sopro mais forte pra se deslocar. Pode ser que saia e dê lugar a uma maior ainda, mas pode ser também que saia e permita que seus olhos brilhem um pouco mais. Dessa vez de verdade!
Que o brilho continue e a velha pena seja destruída para que a noção de ralidade de mais alguém seja retirada.

9 comentários:

  1. Muito lindo o texto.

    Realmente as vezes nos deixamos impressionar por coisas que se prestarmos atenção não nos impressionam tanto assim.

    ResponderExcluir
  2. Tem uma musica do Los Hermanos, que se chama Descoberta... não sei porque, mas ao terminar de ler seu texto, toda essa musica se desenrolou na minha cabeça...instantâneamente!

    ResponderExcluir
  3. Eu precisei ler o texto duas vezes, pra poder sentir, e como senti. Foi como você disse ângulos diferentes, transformam as coisas. Esse post vai ficar ecoando na minha cabeça até eu realmente compreende-lo por completo...

    ResponderExcluir
  4. Não dá pra entender mesmo, mas é bom quando passamos a ver as coisas por outros ângulos, nos faz entender que aquilo não era tudo o que pensavamos, nos faz sentir melhor .. ficou lindo o texto amoor ;) adorei

    ResponderExcluir
  5. Que lindooo,amei o poemaaa.Refleti aquiii...eu viajo lendo poesiass!!! :D

    ResponderExcluir
  6. IT'S GOOD ! Parabéns ! Ps: TO SEGUINDO ! :)

    ResponderExcluir
  7. pOutz... perfeito... vou seguir mesmo! xD

    ResponderExcluir